Os 18 empregos mais cobiçados pelos concurseiros no Brasil

Lista traz empregos de procurador do trabalho, agente da polícia federal, analista do instituto nacional do seguro social (INSS) e juiz federal

Mas não pense que é fácil conseguir passar num concurso pra uma dessas vagas.

A concorrência é muito grande e não é pra menos.

Existem cargos em que os salários ultrapassam R$24 mil mensais.

18 empregos mais cobiçados pelos concurseiros no Brasil

Confira a lista completa com os 18 empregos mais cobiçados pelos concurseiros no Brasil.

Juiz federal

Salário inicial: R$ 23.997,19. Em janeiro de 2015 passará para R$ 25.197,04.

Requisitos: bacharelado em direito, e, no mínimo, três anos de atividade jurídica comprovada.

Periodicidade: A Justiça Federal atualmente está dividida em 5 regiões, cada região tem o seu próprio Tribunal Regional Federal que faz concursos na sua respectiva região. Nos últimos anos, têm ocorrido 2 ou até 3 concursos por ano.

O que faz: Sua atribuição é julgar as ações em que a União, suas autarquias e empresas públicas federais são, de alguma forma, interessadas.

Juiz estadual

Salário inicial: R$ 22.797,33

Requisitos: Ser bacharel de Direito, com 3 anos de atividade jurídica.

Periodicidade: Em regra uma vez ao ano.

O que faz: Materializa a atividade jurisdicional do Estado, sendo na prática a pessoa física que dá efetividade a uma das três parcelas da tripartição estatal: o poder judiciário. Julga conflito de interesses entre pessoas, das mais variadas espécies: privado vs. privado; público vs. público; entre pessoas físicas e pessoas jurídicas.

Defensor público estadual

Salário inicial:  Varia conforme o Estado. No Rio de Janeiro, concurso mais recente ofereceu R$ 19.820 de salário.

Requisitos: ser bacharel em direito, registro na OAB, além de comprovada prática forense.

Periodicidade: Anual, levando-se em conta todos os Estados.

O que faz: Orientação jurídica, promoção dos direitos humanos e a defesa, em todos os graus, judicial e extrajudicial, dos direitos individuais e coletivos, de forma integral e gratuita, aos necessitados.

Defensor público federal

Salário inicial: R$ 16.489,37. Em janeiro de 2015 passará para R$ 17.330,33.

Requisitos: O candidato deve ser bacharel em direito e comprovar 2 anos de prática jurídica, mas vale o período de estágio ainda durante a faculdade.

Periodicidade: Os concursos costumavam ter um espaço de 2 a 3 anos entre um e outro. No entanto, a recente Emenda Constitucional nº 80 determinou que no prazo de 8 anos, a União, os Estados e o Distrito Federal deverão contar com defensores públicos em todas as unidades jurisdicionais.

O que faz: Orientação jurídica, a promoção dos direitos humanos e a defesa, em todos os graus, judicial e extrajudicial, dos direitos individuais e coletivos, de forma integral e gratuita àqueles que não têm recursos suficientes para contratar advogado sem prejuízo do próprio sustento e da família.

Advogado da União

Salário inicial:  R$ 16.489,37. Em janeiro de 2015 passará para R$ 17.330,33.

Requisitos: Bacharelado em direito, inscrição na OAB. Exige-se 2 anos de prática jurídica.

Periodicidade: Geralmente a cada dois anos.

O que faz: O advogado representa a União, judicial e extrajudicialmente, cabendo exercer as atividades de consultoria e assessoramento jurídico do Poder Executivo Federal.

Procurador da Fazenda Nacional

Salário inicial:  R$ 16.489,37.

Requisitos para o candidato: Formado em Direito e ter, no mínimo, prática forense de 2 anos.

Periodicidade: Não há prazo definido, porém, normalmente vem ocorrendo a cada 2 anos.

O que faz:  Exerce a defesa judicial da União Federal nas ações tributárias, bem como administra a Dívida Ativa da União Federal conforme art. 131, parágrafo 3º da Constituição Federal, cobrando o crédito tributário da União Federal, além da consultoria jurídica do Ministério da Fazenda.

Procurador do Banco Central

Salário inicial:  R$ 15.719,13.

Requisitos para o candidato: Ser formado em direito e ter, no mínimo, prática forense de 2 anos.

Periodicidade do concurso: Não há prazo definido. Os últimos concursos vem ocorrendo a cada 3 anos.

O que faz:Exerce a defesa judicial do Banco Central, além de prestar consultoria jurídica à instituição.

Delegado da Polícia Civil

Salário inicial: Varia conforme o Estado. No RJ é de R$ 15.715,39, enquanto que no Espírito Santo R$ 9.245,15.

Requisitos para candidatos: Ser bacharel em direito.

Periodicidade: Pode-se dizer que anual, mas vai de acordo com cada Estado.

O que faz: O delegado exerce primordial etapa do efetivo exercício de polícia judiciária.

Auditor da Receita Federal

Salário inicial:  R$ 14.965,44.

Requisitos:  Nível superior.

Periodicidade: Costumam ser lançados em média a cada 2 anos.

O que faz:  Cuida do lançamento de débitos tributários, além das atividades de fiscalização dos contribuintes, com acesso aos recursos inerentes à verificação da regularidade do recolhimento dos tributos e também das obrigações tributárias acessórias.

Oficial de inteligência da Abin

Salário inicial:  R$ 14.662,34.

Requisitos: Ensino superior completo.

Periodicidade: É aberto sempre que se considera necessária a reposição de quadros. O ultimo concurso aconteceu em 2010, e já houve a liberação de vagas para um novo concurso em 2014.

O que faz:  Responsável por coletar e processar informações que auxiliem na manutenção da estabilidade do país, entre outras coisas.

Diplomata

Salário inicial: R$ 14.290,72.

Requisitos: Nível superior completo.

Periodicidade: Anual.

O que faz:  O diplomata tem por função representar o Brasil no exterior, informar o Ministério das Relações Exteriores (MRE) acerca de informações tidas como relevantes e negociar em nome do Brasil nos foros internacionais.

Auditor fiscal do Trabalho

Salário inicial: R$ 14.280,00

Requisitos:  Graduação superior em qualquer área.

Periodicidade: Geralmente a cada três ou quatro anos.

O que faz: Fiscaliza das relações de emprego, verificando se as empresas cumprem as normas trabalhistas, entre outras atividades.

Delegado da Polícia Federal

Salário inicial:  R$ 14.037,11 reais.

Requisitos:  Formação em Direito.

Periodicidade: Geralmente a cada 3 ou 4 anos.

O que faz:  Exerce a atividade policial no combate aos crimes praticados em detrimento do patrimônio e serviço da União Federal, destacando-se ainda o policiamento de fronteiras e o combate ao tráfico internacional.

Advogado do BNDES

Salário inicial:  R$ 9.182,01.

Requisitos para o candidato:  Bacharelado em Direito e registro profissional na OAB.

Periodicidade: Normalmente há cada 2 a 3 anos entre um e outro.

O que faz:  Representar a instituição judicialmente e extrajudicialmente, desenvolver tarefas de natureza técnico-administrativas, relacionadas ao negócio da instituição, dando suporte às atividades da Unidade, elaborando relatórios e outras demandas, com pareceres conclusivos.

Analista do Tribunal Regional do Trabalho (TRT)

Salário inicial:  R$ 7.566,42.

Requisitos para candidatos:  Nível superior na respectiva área de interesse.

Periodicidade: Existem 24 TRT’s e cada um realiza o seu próprio concurso. Dessa forma, é comum ter mais de um concurso por ano.

O que faz:  Realiza tarefas relacionadas à administração de recursos humanos, materiais, patrimoniais, orçamentários e financeiros, de desenvolvimento organizacional, licitações e contratos, contadoria e auditoria; entre outras atividades.

Agente da Polícia Federal

Salário inicial: R$ 7.514,33.

Requisitos:  Graduação superior em qualquer área.

Periodicidade: Usualmente superior a 2 anos.

O que faz:  Realiza investigações, diligências e levantamentos necessários à
investigação de crimes cuja atribuição seja da Polícia Federal, para repressão e prevenção dos mesmos, entre outras atividades.

Analista do INSS

Salário inicial:  R$ 7.147,12.

Requisitos:  Nível superior completo

Periodicidade: Usualmente, é superior a 2 anos.

O que faz: Há diversas áreas de atuação para os analistas.

Procurador do Trabalho

Salário inicial: R$ 24.057,33.

Requisitos:  ser formado em Direito e ter, no mínimo, tempo de prática forense de 3 anos.

Periodicidade: Geralmente a cada dois anos.

O que faz:  Exerce a função de Ministério Público do Trabalho, combatendo irregularidades trabalhistas.

Esse artigo foi útil?
Digite abaixo o seu email e receba gratuitamente cursos gratuitos através do seu email!



Cursos Online 24 Horas

Comentários

Aprenda 17 maneiras de ganhar dinheiro na internet

Fique tranquilo, odiamos spam